Em meio à onda de calor, cidades do RS registram umidade relativa do ar em níveis de atenção

  • 15/01/2022
(Foto: Reprodução)
Sábado (15) segue quente, e aproximação de uma frente fria traz chuvas para o estado a partir da tarde. Tendência é de calor seguir até o início da semana que vem. Umidade relativa do ar atingiu níveis de atenção e alerta em Porto Alegre e cidades do interior em meio à onda de calor Reprodução/RBS TV Com a forte onda de calor e o tempo seco que atinge o RS nesta semana, os índices de umidade relativa do ar, ou seja, da presença de água em forma de vapor na atmosfera, atingiram níveis de alerta e atenção em algumas cidades do interior do estado. Uruguaiana registra maior temperatura dos últimos 62 anos Tomar chimarrão durante onda de calor não afeta saúde Segundo as medições das estações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) na tarde de sexta-feira (14) as cidades registraram os seguintes níveis de umidade: Alegrete: 27% (Estado de Atenção) Bagé: 15% (Estado de Alerta) Caçapava do Sul: 25% (Estado de Atenção) Canguçu: 18% (Estado de Alerta) Cruz Alta: 28% (Estado de Atenção) Dom Pedrito: 25% (Estado de Atenção) Ibirubá: 22% (Estado de Atenção) Jaguarão: 20% (Estado de Alerta) Porto Alegre: 28% (Estado de Atenção) Quaraí: 24% (Estado de Atenção) Rio Pardo: 25% (Estado de Atenção) Santa Maria: 29% (Estado de Atenção) Santiago: 25% (Estado de Atenção) São Gabriel: 28% (Estado de Atenção) São Luiz Gonzaga: 29% (Estado de Atenção) São Vicente do Sul: 26% (Estado de Atenção) Serafina Corrêa: 30% (Estado de Atenção) Teutônia: 27% (Estado de Atenção) Uruguaiana: 23% (Estado de Atenção) A Organização Mundial da Saúde recomenda valores ideais de umidade do ar em torno de 60%. Entre e 21% e 30% é considerado estado de atenção; entre 12% e 20%, alerta; e abaixo de 12%, é considerado estado de emergência, conforme a Climatempo. Saiba como amenizar os efeitos da baixa umidade do ar As recomendações são evitar atividades físicas ao ar livre expostas ao sol, manter o corpo hidratado, principalmente os olhos e a boca e umidificar o ambiente com toalhas molhadas, recipientes, ou aparelhos vaporizadores. Porto Alegre foi a capital brasileira mais quente do país na sexta, com 37,8ºC, recorde de temperatura do ano. O sábado (15) segue quente em todo o estado, com sol e calorão, porém, a partir da tarde, não se descarta chuva de moderada a forte intensidade no Norte e no Leste, o que inclui a região serrana e a Grande Porto Alegre. Calor predomina no RS neste sábado (15) As chuvas são originadas em instabilidades em médios e altos níveis e circulação marítima, diz a Climatempo. A precipitação, no entanto, não diminui as temperaturas. Confira a previsão para sábado: Capital: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 37°C Pelotas: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 34°C Caxias do Sul: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 32°C Santa Maria: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 36°C Santa Rosa: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 38°C Erechim: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 30°C Uruguaiana: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 39°C Torres: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 31°C Rio Grande: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 33°C Mostardas: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 35°C Passo Fundo: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 31°C Bagé: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 38°C Tramandaí: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 32°C Xangri-Lá: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 31°C Capão da Canoa: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 33°C São Borja: Pancadas de chuva e trovoadas. Máxima de 38°C No domingo (16), uma frente fria aumenta as temperaturas antes da chegada da chuva, na condição chamada pelos meteorologistas de pré-frontal. Pode ter registro de temporal na Campanha e na Fronteira Sul, com granizo, rajada de vento e trovoadas. Isso porque a frente fria encontra uma atmosfera muito quente e seca, e o choque térmico intensifica os temporais. Mesmo com chuva, o calorão predomina. Veja a previsão para domingo. Capital: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 24°C e máxima de 37°C Pelotas: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 21°C e máxima de 33°C Caxias do Sul: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 20°C e máxima de 32°C Santa Maria: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 25°C e máxima de 37°C Santa Rosa: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 26°C e máxima de 39°C Erechim: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 21°C e máxima de 30°C Uruguaiana: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 25°C e máxima de 39°C Torres: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 23°C e máxima de 31°C Rio Grande: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 24°C e máxima de 32°C Mostardas: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 26°C e máxima de 34°C Passo Fundo: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 22°C e máxima de 31°C Bagé: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 24°C e máxima de 37°C Tramandaí: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 23°C e máxima de 32°C Xangri-Lá: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 23°C e máxima de 31°C Capão da Canoa: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 23°C e máxima de 33°C São Borja: Pancadas de chuva e trovoadas. Mínima de 25°C e máxima de 39°C Temperaturas caem na semana que vem A frente fria quebra o bloqueio atmosférico, que é a condição que manteve o estado em altas temperaturas, como explica a Climatempo. A partir de segunda (17), a chuva vem com mais frequência e as temperaturas começam a cair. A tendência é de que a partir de terça (18) e quarta (19), os termômetros caiam abruptamente. VÍDEOS: Tudo sobre o RS

FONTE: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2022/01/15/em-meio-a-onda-de-calor-cidades-do-rs-registram-umidade-relativa-do-ar-em-niveis-de-atencao.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes